15.9 C
Pomerode
segunda-feira, 27 de junho de 2022

Transformações na mobilidade do Centro de Pomerode

Prefeitura fala sobre as obras no Portal Sul, Ciclovias e Avenida 21 de Janeiro

Nos últimos meses a região central de Pomerode está passando por uma série de obras que visam transformar a mobilidade urbana e trazer mais segurança a pedestres, ciclistas e motoristas. Um dos trechos que mais chamaram atenção da população fica nas imediações do Portal Sul, onde a Rua 15 de Novembro está passando por um processo de requalificação.
Conforme explica a equipe da Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente da Prefeitura de Pomerode, historicamente esse trecho registrava excesso de velocidade por parte dos veículos, especialmente no sentido bairro-Centro, quando os motoristas comumente terminavam o trecho asfaltado em alta velocidade, justamente na curva à direita que antecede o Portal Sul.
Além disso, a estrutura que é um dos cartões postais da cidade abriga o centro de informações turísticas, portanto, muitos visitantes aproveitam para registrar fotos no local. Diversas vezes o problema do excesso de velocidade – e o potencial risco de acidentes no local – foi abordado em reuniões do Conselho Municipal de Turismo (Comtur), do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico (CMPHANP) e do Conselho de Mobilidade (Comob). O Comtur cita o risco ao desembarque de turistas e visitantes, que estacionam nas imediações do coreto, ao lado da Praça Jorge Lacerda.
A solução para o problema foi idealizada entre 2018 e 2019, durante a elaboração da Política Municipal de Mobilidade de Pomerode, através da consultoria técnica dos técnicos do Departamento de Transportes da Universidade Federal do Paraná e do Observatório Nacional de Segurança Viária.
Foram realizadas duas audiências públicas, em dezembro de 2018 (apresentação do diagnóstico) e maio de 2019 (apresentação do Plano de Mobilidade). O projeto de lei complementar foi enviado à Câmara dos Vereadores, aprovado e promulgado, transformando-se na Lei Complementar nº 403/2020. A implantação do Plano prevê ações de curto, médio e longo prazo. Dentre elas está a ligação dos bairros Pomerode Fundos e Ribeirão Areia.
Voltando às obras nas imediações do Portal Sul, uma mudança em particular chamou atenção e causou muitos comentários. Alguns se referem a ela como “faixa elevada”, mas, na verdade é uma área de tráfego calmo (traffic calming). Além dessa, algumas outras foram projetadas no Plano de Mobilidade. O objetivo é reduzir o número de acidentes de trânsito em Pomerode; estruturar as vias da cidade para reduzir os efeitos dos conflitos entre os veículos de diferentes portes; estimular processos de monitoramento e observação do trânsito em favor da segurança viária e incentivar a educação no trânsito visando à compreensão da utilização de diferentes modos de transportes e seus impactos na mobilidade de Pomerode.
No local ainda foi realizada a melhoria da rede de drenagem pluvial, para aumentar a vazão das águas pluviais e evitar o acúmulo.

Ciclofaixas e ciclovias
Durante a elaboração do Plano de Mobilidade houve a avaliação da rede cicloviária de Pomerode, ou seja, das ciclofaixas e ciclovias existentes. Dentre as fragilidades detectadas estão as descontinuidades da rede existente. Um desses exemplos ficava próximo do Portal Sul, com aproximadamente 70 metros de extensão. Trecho em que os ciclistas precisavam dividir espaço com os veículos (na lateral da pista de rolamento) ou com os pedestres (no passeio “compartilhado”).
Dessa forma, em uma ação integrada do programa “50 Parcerias Municipais Para o Clima”, que conta com apoio da Engagemet Global gGMBH – Centro de Serviços para os Municípios em um só Mundo (SKEW), em parceria com a cidade de Greifswald, Pomerode apresentou o Plano de Trabalho, que foi aprovado em 2020. A execução do projeto estava prevista para o período de 1º de janeiro de 2021 a 31 de dezembro de 2023, porém, em função da pandemia da Covid-19 o início das ações foi postergado.
O objetivo é aumentar a proporção da mobilidade sustentável através da melhoria da infraestrutura das ciclovias e ciclofaixas, contribuindo para as decisões responsáveis e ambientalmente conscientes dos cidadãos de Pomerode na escolha do meio de transporte. Para atingir os objetivos do projeto, são necessárias medidas de infraestrutura – especialmente na interligação das ciclovias e ciclofaixas existentes – e, em particular, o reforço da consciência ambiental e da motivação para decisões de mobilidade sustentável.

Investimento
Requalificação das ciclovias e ciclofaixas: R$ 199.809,00, tendo como fontes: ENGAGEMET GLOBAL gGMBH/SKEW, Município de Greifswald e Município de Pomerode. Esse valor está expresso em reais e diz respeito à primeira etapa. O projeto completo será executado até 31/12/2023 e terá investimento de 177.300 Euros.
Implantação da área de tráfego calmo (“traffic calming”): R$ 165.131,22, oriundos de Recursos próprios do Município de Pomerode.

Avenida 21 de Janeiro
Também está sendo realizado nesse momento um trecho do projeto de requalificação da Avenida 21 de Janeiro, com a retirada do pavimento de paralelepípedos e a execução de pavimentação asfáltica. Defronte ao empreendimento Alles Park será executada uma rotatória para o acesso ao parque.

Pensado para todos
De acordo com os técnicos da Secretaria de Planejamento, durante décadas o trânsito deu preferência para os automóveis, relegando ao segundo plano os ciclistas, os pedestres e o transporte coletivo. “A utilização da bicicleta traz diversos benefícios, seja para a saúde do ciclista ou para o meio ambiente. Desde a década de 1990 a cidade de Pomerode iniciou a implantação de ciclofaixas, buscando incentivar o seu uso. Gradativamente houve o crescimento dos adeptos desse meio de transporte, o que se constatou ao longo dos anos, especialmente durante a pandemia da Covid-19”.
Dentre as barreiras para que essa mudança de hábito avance ainda mais estão as descontinuidades das ciclovias/ciclofaixas, o tipo de pavimento (paralelepípedo) e as dificuldades nos entroncamentos das vias. “Esses fatores foram indicados em uma pesquisa realizada recentemente. A área de tráfego calmo (“traffic calming”) tem por objetivo eliminar esses problemas, garantindo conforto e segurança para pedestres, ciclistas e motoristas.”

Receba notícias direto no seu celular, através dos nossos grupos. Escolha a sua opção:

WhatsApp

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas notícias