16.5 C
Pomerode
segunda-feira, 27 de junho de 2022

Atleta de voleibol de Pomerode volta a jogar no Brasil

Jogadora de voleibol disputará a Superliga A, principal competição da modalidade no Brasil

Ela já passou por muitos desafios durante a carreira de atleta. Com apenas 14 anos, Kaoane Loch foi convocada para defender pela primeira vez a Seleção Brasileira. Três anos depois, foi chamada para compor a equipe de base do Minas Tênis Clube, em Minas Gerais.

Em 2019, se mudou para o Canadá para jogar na Brandon University Bobcats, onde cursou psicologia através de uma bolsa de estudos. Agora, ela está encarando um novo desafio: voltar para o Brasil e disputar sua segunda Superliga A, principal competição da modalidade no país, dessa vez pelo Moda Brusque.

Nascida e criada em Pomerode, Kaoane, de 24 anos, decidiu retornar para seu país de origem com o objetivo de voltar a jogar profissionalmente. “Não voltei ao Brasil pensando 100% em ficar, pois, caso eu tivesse alguma proposta boa fora, estava aberta a ir. No entanto, caso tivesse que escolher entre ficar ou jogar fora, eu preferiria, depois de tanto tempo longe, ficar no Brasil pelo menos por uma temporada até ter mais rodagem”, explica.

Kaoane ficou por três anos no Canadá e, durante esse período, cresceu muito não só como atleta, mas também como pessoa. “Conheci pessoas maravilhosas, aprendi a ter mais resiliência com a realidade que vivia lá, pois precisava trabalhar além de estudar. Tirando o vôlei, eu nunca tive um emprego antes e lá tive quatro diferentes.”

A decisão de ir embora, segundo ela, ocorreu de forma natural. No entanto, a despedida foi difícil, já que criou uma ótima relação com as colegas de time e fizeram uma boa temporada no último ano. “Elas e meus técnicos foram minha família longe de casa. Fiz amigos fora do vôlei e levei um ar do Brasil pro Canadá.”

Com isso, o momento era de decidir quais seriam seus próximos passos. Como tinha acompanhado o time do Moda Brusque Vôlei durante a Superliga B (competição que dá vaga para a elite) e também viu o quão bem a equipe foi durante a temporada, decidiu entrar em contato com o técnico, Mauricio Thomas, para ver a possibilidade de ingressar no elenco na temporada 2022/23. “Para agora, acredito que meu maior desafio será a superação de encontrar o meu lugar em um novo time, mostrar meu trabalho, ser vista novamente de volta ao Brasil e fazer meu caminho depois de ter ficado tanto tempo fora”, declara.

Essa será a segunda vez que Kaoane estará entre um elenco disputando uma Superliga A. A primeira ocorreu na temporada 2017/18 quando defendia o Minas Tênis Clube. “No momento, o foco do Moda Brusque é o estadual adulto e os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). A proposta para Superliga A será de acordo com performance, patrocinadores e outras questões, mas permanecerei para a disputa.”

Sobre ficar mais perto da família, ela diz estar muito animada. “Estar longe não era mais um problema para mim, mas saber que agora posso ver eles mais vezes durante a temporada é ótimo. Eles estão felizes de poder acompanhar de perto novamente como faziam quando eu era mais nova e, claro, poder assistir os jogos ao vivo sem interrupções da conexão de internet (risos).”

Receba notícias direto no seu celular, através dos nossos grupos. Escolha a sua opção:

WhatsApp

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas notícias