18.3 C
Pomerode
domingo, 17 de outubro de 2021

Com suor, superação e persistência, muitas conquistas para exaltar

Quem é ou já foi atleta sabe dos diversos desafios a serem superados diariamente. Dores musculares, treinos nos feriados e fins de semana, além de vencer o cansaço físico e mental. Para quem almeja um futuro no esporte, esse é só o começo. Nesse sentido, conquistar pequenos e grandes objetivos é o sinal de que está no caminho certo. É com esse sentimento que Taniele Rodrigues Jesus da Silva, atleta de Pomerode, embarca com destino a Encarnación, no Paraguai, para representar o Brasil no Campeonato Sul-Americano de Atletismo Sub-18 a ser realizado entre os dias 24 e 26 de setembro.


O ano de 2021 tem sido de muitas conquistas e vitórias para Taniele. No fim de semana dos dias 27 a 29 de agosto, colocou mais uma medalha dourada no peito ao vencer o Campeonato Brasileiro Loterias Caixa de Atletismo Sub-18. Em julho, a atleta também esteve vestindo a camisa verde e amarela no Campeonato Sul-Americano Sub-20, também tendo o lugar mais alto do pódio como resultado final, isso após sagrar-se campeã do Brasileiro da mesma categoria.


Mas, se hoje Taniele é a melhor atleta do Brasil na prova de arremesso de peso nessas duas categorias, é porque teve uma boa base anos atrás, quando iniciou no esporte. A história dela começa em Peruíbe, litoral de São Paulo, cidade onde nasceu. Por volta do ano de 2012, ela e a família se mudaram para Pomerode. Com 12 anos, foi até o Pavilhão de Eventos da cidade para o treino de punhobol. Como chegou cedo, o técnico de atletismo de Pomerode, Odair Luiz dos Santos, mais conhecido como Chico, perguntou se ela teria interesse em experimentar a modalidade e qual prova teria vontade de experimentar. “Falei arremesso do peso, porque nos Jogos Internos da escola eu vi a Yasmin [Jandre] fazendo, ela girava e eu achava bem legal. Fiz, ele me chamou e começamos a treinar”, explica.

Desafio: a atleta competirá o Sul-Americano Sub-18 em Encarnación, no Paraguai. FOTO: José Dutra/FCA


Foi em 2018 que Taniele tomou consciência do potencial que tinha no esporte. Com 14 anos, conquistou o ouro na etapa estadual dos Jogos Escolares de Santa Catarina e garantiu a vaga para disputar a etapa nacional. Lá, ficou em terceiro lugar. “Saí bem pensativa. Continuei treinando, teve os outros brasileiros e não fui muito bem, mas o negócio é não desistir. Hoje, estou aqui e acho que sou boa nisso”, admite.
Grande parte das vitórias da atleta também está ligada diretamente ao apoio que recebe da família desde o início. “Eles nunca deixaram de me apoiar, principalmente minha mãe, que sempre me cobrou bastante e nunca me deixou desistir. Agora, tenho um apoio bem maior e fico bastante feliz, porque sei que nem todos os atletas têm o apoio da família.”


Sobre o que o atletismo significa para ela, admite: “Boa parte da minha vida. Saí de um mundo diferente para ir para outro completamente desconhecido.” Hoje, o objetivo de Taniele é se tornar atleta profissional. Quando acabar a escola, pretende focar mais ainda no atletismo e depois pensar em fazer uma faculdade. Seu maior sonho é ir para os Jogos Olímpicos, mas também deseja participar de um campeonato Mundial ou Pan-americano.


Para a pequena Taniele de apenas 12 anos que começou no atletismo, ela dá um recado especial e cheio de emoção: “Eu diria para ela não desistir, para continuar lutando e batalhando pelos seus sonhos e que tudo vem no tempo certo.”
No entanto, engana-se quem acha que o processo é rápido e constante, pois há muitos empecilhos e superações no caminho. No fim de semana do dia 18 e 19, as atletas do sub-14 e sub-16 estarão na primeira competição em nível estadual. Para elas, o treinador Chico destacou a história de Taniele. “Eu falei ‘a Taniele, na primeira competição, por incrível que pareça, medalhou no lançamento do disco, ficou em segundo lugar no Estadual Sub-14, e ficou em quarto lugar no lançamento do peso’. Ninguém sai ganhando, mas vemos que o atleta tem potencial para tal prova”.
Para quem está iniciando no esporte, Taniele afirma para não se cobrar tanto. “Tenham sempre um objetivo e tentem trabalhar duro, porque nada vem fácil. Tenham persistência e sempre busquem melhorar e aprender cada vez mais, inclusive com as derrotas.”

Receba notícias direto no seu celular, através dos nossos grupos. Escolha a sua opção:

WhatsApp

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas notícias