19.3 C
Pomerode
domingo, 29 de maio de 2022

Riqueza para compartilhar com todas as idades

A preocupação para que o conteúdo chegasse ao maior número de pessoas possível embasou o projeto

Dar luz às importantes contribuições do povo pomerano a Pomerode e todo o Vale do Itajaí sempre foi uma premissa de todas as pesquisas do grupo Pomeranos no Vale Europeu e da parceria com o Testo Notícias. Por isso, a missão, já nos primeiros anos do projeto, foi também sensibilizar os alunos da rede de ensino de Pomerode, com cadernos disponibilizados gratuitamente para todas as escolas.
Muitos alunos e outros pesquisadores sempre procuraram o material como fonte para informações sobre aspectos da cultura pomerana. Do interesse desse conteúdo compartilhado, surgiu a oportunidade de desenvolver uma ação para dar ainda mais relevância ao conteúdo difundido mensalmente com os estudantes.
Em outubro de 2019, para celebrar o mês das crianças, os pesquisadores do Caderno Pomeranos no Vale Europeu e o Testo Notícias, com o apoio da Secretaria de Educação e Formação Empreendedora, propuseram aos alunos dos quintos anos do Ensino Bilíngue de Pomerode o desafio de dar vida nova a um dos símbolos mais marcantes de nossa cultura, o grifo da Pomerânia, que estampa a bandeira da cidade e também a capa do caderno especial.
Ao todo, 65 alunos das escolas básicas municipais Dr. Amadeu da Luz e Olavo Bilac se desafiaram a usar a criatividade para colorir, da forma que achassem melhor, o grifo da Pomerânia. Em paralelo, os professores utilizaram a atividade como base para contextualizar o tema com os estudantes, e o resultado foi surpreendente.

Para colorir e aprender: em outubro de 2019, uma ação desenvolvida nas escolas bilíngues de Pomerode trouxe novos contornos ao grifo da Pomerânia. Foto: Arquivo Testo Notícias

A proposta, que teve a coordenação da professora Ranice Dulce Trapp, trouxe para cada aluno não apenas a oportunidade de criar um grifo todinho deles, com as cores e os novos elementos que julgassem necessários, mas também de fazer as conexões com a origem da maioria dos imigrantes de Pomerode. Um resultado que surpreendeu alunos, professores e os pais.
Na época, o grupo Pomeranos no Vale Europeu reforçou a importância da ação. “Conhecer e compreender o significado torna-se fundamental quando pensamos em valorizar a cultura de uma comunidade. Se Pomerode é conhecida nacionalmente pelas suas tradições, precisamos saber ‘que bandeira carregamos’. E nesse sentido, o grifo da Pomerânia traz uma simbologia quase milenar e está totalmente conectado com nossa história e, principalmente, com a origem da maioria dos imigrantes da nossa cidade.”

Os traços escolhidos
Os quatros grifos, que foram escolhidos pela criatividade e originalidade, foram premiados ainda no mês de outubro de 2019. Uma verdadeira mistura de cores, elementos e inspiração que encantou a comissão responsável por avaliar os trabalhos.

Fotos: Arquivo Testo Notícias

Na escola Dr. Amadeu da Luz, o conteúdo foi aplicado pela professora Francielle Hornburg Bolduann e os trabalhos escolhidos foram das alunas Ágatha Cristine Kienen e Eloise Vitória Ubial. Já na escola Olavo Bilac, a atividade foi desenvolvida pelo professor Endrigo Gustavo de Oliveira Knetsch e os trabalhos escolhidos foram das alunas Amanda Tambosi e Radija Nicole Severino.

Na Serra dos Tapes, o trabalho é replicado
Inspirados na ação pomerodense, cerca de 40 alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Carlos Moreira, da cidade Canguçu, no Rio Grande do Sul também tiveram a missão de dar vida nova ao grifo da Pomerânia. A iniciativa foi da professora Tanise Stumpf, que leciona a língua pomerana naquele município e se apaixonou pela proposta desenvolvida em Pomerode.

Na Serra dos Tapes: motivados pela ação pomerodense, alunos da cidade de Canguçu também foram inspirados a dar vida ao grifo da Pomerânia. Foto: Divulgação

Na cidade gaúcha que tem aproximadamente 90% dos moradores com origem pomerana, em sua maioria falantes fluentes, a atividade foi desenvolvida em novembro de 2019. Uma oportunidade única para difundir a cultura pomerana e promover o resgate histórico além das fronteiras catarinenses.

Receba notícias direto no seu celular, através dos nossos grupos. Escolha a sua opção:

WhatsApp

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas notícias