19.3 C
Pomerode
domingo, 29 de maio de 2022

Este não é um adeus, mas um muito obrigado

Pomeranos de despedem das páginas do Testo para se dedicarem a novos projetos

Quem acompanhou a história desses quatro grandes pesquisadores desde as primeiras colunas publicadas nas páginas do Testo Notícias já deve estar com aquele sentimento chamado saudade. Mas esse é apenas um até logo de quem fecha um capítulo para escrever novas páginas.

Nossos amigos dos Pomeranos no Vale Europeu se despedem dos encontros mensais com os nossos leitores para se dedicarem a novos projetos que em breve começarão a ganhar forma e muitas novas histórias. Ficam as memórias e o rico material divulgado ao longo desses cinco anos de parceria.

Para o futuro, Genemir Raduenz, Edson Klemann, Johan Strelow e Cláudio Werling pretendem se dedicar às suas famílias e aos seus trabalhos. Entre os seus objetivos está a proposta da publicação de outros artigos no exterior e também a primeira edição do tão aguardo livro dos Pomeranos no Vale Europeu.

Segundo Johan, fica a importância de valorizar a tradição e as memórias dos antepassados. “Sabíamos que precisávamos fazer algo porque nossa cultura estava desaparecendo no município e acho que essa é a nossa grande contribuição ao longo desses anos.”

Um grupo que, segundo Genemir, continuará unido com o propósito de salvaguardar a história do povo que construiu Pomerode. “Não posso esquecer-me do fortalecimento do grupo, que manteve essa unidade ao longo dos anos. Muitas pessoas com as quais nós tivemos a oportunidade de interagir trouxeram uma bagagem histórica, abriram seus baús e as portas das suas casas para nos receber e compartilhar as memórias”, reforça.

A grande importância desse trabalho, para o grupo, está no levantamento de histórias que merecem ser registradas. “Acho que soubemos aproveitar talvez a última janela de tempo disponível com essas pessoas tão queridas, que tiveram contatos com lembranças tão importantes que não podem ser esquecidas”, ressalta Cláudio. “Todas as histórias foram importantes e agradecemos a todos os nossos leitores e aqueles que nos ajudaram a resgatar as memórias dos nossos antepassados”, complementa Edson.

Uma oportunidade única para valorizar o povo que construiu Pomerode e toda a região, com suor, fé e muita força de vontade. “Todo esse processo nos deu uma capacidade ainda maior de valorizar o lugar onde vivemos e as possibilidades que temos de melhorar o nosso entorno”, finaliza Genemir.

Receba notícias direto no seu celular, através dos nossos grupos. Escolha a sua opção:

WhatsApp

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas notícias