19.3 C
Pomerode
domingo, 29 de maio de 2022

25 anos a serviço de Pomerode e amor à farda

Márcio Schubert completa Bodas de Prata na Corporação de Bombeiros Voluntários do município

Ele completou 25 anos de trabalhos prestados à Corporação de Bombeiros Voluntários de Pomerode, sempre com dedicação e respeito a cada ocorrência. Márcio Schubert, 46 anos, decidiu ser bombeiro inspirado por um amigo.

Na edição da Festa Pomerana de 1997, ele recebeu o convite e, na mesma semana, se inscreveu e já começou a participar do grupo, um ano depois que a corporação do município foi fundada. “Hoje, isso significa muito pra mim, os ensinamentos que tive e que pude repassar aos meus colegas, isso não tem preço”, afirma.

Foto: Marta Rocha

Segundo Márcio, acompanhar o crescimento da corporação foi a melhor parte de todos os anos de trabalho como bombeiro. “Pois, se compararmos com o que a corporação começou e o que temos hoje à disposição da comunidade, são vários os equipamentos para atender diversas ocorrências. Para se ter uma ideia, temos, atualmente, uma frota com dez viaturas.”

E não foi apenas a evolução da corporação que marcou a trajetória de Márcio como bombeiro, mas também muitos atendimentos feitos ao longo desses 25 anos. Em especial, aqueles em que teve a oportunidade fazer a diferença e, verdadeiramente, salvar uma vida.

“Guardo muitas lembranças, principalmente aquelas envolvendo crianças. Lembro-me de uma história recente, mas que marcou muito, já que, na época, minha filha estava com apenas três meses e me coloquei na situação dos pais. Era uma criança de apenas 28 dias, que estava afogada com leite materno e, graças à minha orientação, os familiares conseguiram reverter a situação”, relembra.

Completando as Bodas de Prata de serviços prestados à comunidade, Márcio não pretende parar tão cedo. Para ele, há ainda muito o que ser feito e se orgulha de já ter exercido as mais variadas funções junto à corporação. “Tenho varias coisas que ainda gostaria de fazer como bombeiro. Pretendo, sim, trabalhar por muitos anos, se assim me permitirem”, garante.

Foto: Marta Rocha

Para os que pensam em começar e também seguir a carreira como bombeiro, Márcio transmite uma preciosa mensagem. “Não existe nada mais gratificante do que você ver alguém na rua, que você auxiliou em alguma ocorrência. Talvez, ela não lembre de você, mas você sabe que, graças ao atendimento prestado por toda a equipe, a pessoa está bem. Não existe bem mais valioso que uma vida”, conclui.

Receba notícias direto no seu celular, através dos nossos grupos. Escolha a sua opção:

WhatsApp

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas notícias