18.3 C
Pomerode
domingo, 17 de outubro de 2021

Cefaleia

Quem não teve dor de cabeça uma vez na vida?

Dor de cabeça ou cefaleia é uma das queixas mais frequentes no dia a dia da medicina e é um problema mundial.

As cefaleias podem ser de dois tipos: as primárias e as secundárias.

As cefaleias primárias podem ser de 3 tipos: enxaqueca, cefaleia de tensão e a cefaleia em salvas.

 Enxaquecas: são divididas em simples ou com aura (com alteração visual antes da crise de dor de cabeça). Sua característica principal é a dor latejante, geralmente de um só lado da cabeça. Pode ser ocasional ou frequente e até tornar-se crônica e diária.

– Cefaleia de tensão: é a dor de cabeça mais comum. Depende do estado de tensão da pessoa com consequente contração muscular excessiva. Atinge mais a parte posterior da cabeça e pescoço/ombros, e que vai aumentando durante o dia. Piora com o nervosismo e alivia com atividades relaxantes. Para o tratamento deste tipo de cefaleia, o médico deve controlar o nível de stress da pessoa e usar relaxantes musculares.

 Cefaleia em salva: é a pior forma das cefaleias primárias pela intensidade e duração das crises de dor, geralmente acompanhadas de vermelhidão num dos olhos que pode ficar inchado. Esse tipo de cefaleia pode ocorrer em episódios isolados ou na pior das formas, a crônica, na qual os ataques tornam-se semanais ou diários.

As cefaleias secundárias, são provocadas por doenças demonstráveis por exames clínicos ou laboratoriais, e normalmente advém de lesões estruturais no cérebro. Elas dependem da causa, por exemplo um tumor, uma sinusite, ou ter acontecido um traumatismo craniano, entre outras tantas causas.

O uso excessivo de medicamentos analgésicos frequentemente leva a casos crônicos de cefaleia, que são extremamente difíceis de tratar.

Por isso, se a pessoa tiver mais de uma crise de cefaleia por mês é bom procurar o seu médico, para evitar a automedicação e os efeitos colaterais nocivos pelo uso frequente de analgésicos e anti-inflamatórios.

Receba notícias direto no seu celular, através dos nossos grupos. Escolha a sua opção:

WhatsApp

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas notícias