19.3 C
Pomerode
domingo, 29 de maio de 2022

A 470 pode esperar

Ao que tudo indica, é essa a impressão ou a resposta que recebemos nessa semana do Governo Federal ao vetar, mais uma vez, os investimentos na casa dos R$ 18 milhões para a duplicação da BR-470. Vale lembrar que, em novembro do ano passado, uma verba de R$ 25 milhões foi retirada das obras da mesma rodovia.

Estamos cansados de expressar nossa indignação e, principalmente, a nossa preocupação com o descaso em que a rodovia é deixada, ano após ano, à mercê de decisões incoerentes e inconsistentes. Não se trata apenas dos problemas com um dos principais canais de escoamento da produção catarinense, mas das vidas perdidas e das inúmeras famílias que não terão de quem cobrar a conta.

Além do veto para a BR-470, outras reduções de investimentos nas rodovias catarinenses foram publicadas no Diário Oficial da União na segunda-feira, dia 24. Foram R$ 20 milhões para a construção de marginais no trecho antigo da BR-101, em Araranguá, mais R$ 4,3 milhões retirados da BR-280, no Norte do Estado, e outros R$ 859 mil da BR-163, no Extremo-Oeste.

Troca na Câmara

O vereador suplente Eduardo Voigt (Podemos), assumiu nessa terça-feira, dia 25, a vaga de Cleide Kamchen (Podemos) na Câmara de Vereadores. Em função da licença particular da vereadora, Eduardo fará parte do quadro de parlamentares até o dia 10 de fevereiro deste ano.

Foto: Divulgação/Câmara

Receba notícias direto no seu celular, através dos nossos grupos. Escolha a sua opção:

WhatsApp

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas notícias